domingo, 25 de novembro de 2012

10ª Jonada da 1.ª Liga: Benfica – 2 | Olhanense - 0

in slbenfica.pt

À 10ª jornada da 1.ª Liga, o Benfica recebeu o Olhanense no Estádio da Luz, premiando os seus adeptos com uma vitória por duas bolas a zero, marcando o regresso aos golos por parte de Luisão. O encontro assinala ainda o centésimo jogo de Jorge Jesus pelo Benfica, o 50.º no Estádio da Luz.


Depois do desgastante jogo para a Liga dos Campeões, Jorge Jesus poupou André Almeida, Enzo Perez e Lima, dando mais minutos de competição a Maxi Pereira, Carlos Martins, já recuperado da sua lesão, e Rodrigo.

O Benfica entrou logo "a matar" desde o primeiro minuto, instalando-se no meio campo defensivo do Olhanense, obrigando a equipa visitante a "estacionar o autocarro", contrariando as afirmações proferidas pelo técnico Sérgio Conceição na ante-visão da partida.

Como não podia deixar de ser, o protagonismo passou para o guardião Bracali, que desde logo começou a brilhar com magníficas defesas, negando o golo a Salvio (2''), Ola John (8'', 17'').

O Benfica jogava bem, criava oportunidades mas o golo teimava a aparecer. Até que, aos 26 minutos, Maxi Pereira é derrubado por Vasco dentro da grande-área., com o árbitro a ser peremptório e a assinalar a marca para a grande penalidade. Chamado a converter, Óscar Cardozo desbloqueou a igualdade e inaugurou o marcador (1-0).

Na etapa complementar, o Benfica entrou adormecido, permitindo ao Olhanense criar boas oportunidades de golo, com Artur a aparecer no seu melhor nível, defendo um remate perigoso de David Silva.

O lance serviu para acordar os jogadores encarnados, que voltaram à carga. E aos 59 minutos, já com Lima e Enzo Pérez, que renderam, respectivamente, Rodrigo e Carlos Martins, Melgarejo tem uma boa arrancada pelo flanco esquerdo, cruzando a bola que, no meio de alguma confusão, sobra para Salvio que quase aumenta a vantagem, não fosse o corte da defensiva de Olhão para canto. Na sequência do canto, Garay livre de marcação cabeceia à figura de Bracali que com a defesa da noite, evita uma vez mais o segundo golo do Benfica.

Mas aos 71 minutos, Enzo Perez marca novo canto e descobre o girafa, Luisão, que com um cabeceamento segundo as regras, de baixo para cima, consegue desfeitear finalmente Bracali (2-0).

Pouco antes da entrada de André Almeida a render Maxi Pereira, o Benfica dispôs de mais uma soberana oportunidade protagonizada por Salvio. O extremo argentino consegue tirar Bracali da frente mas o seu remate esbarra no corpo de Babanco. Ola John ainda teve uma última oportunidade, mas o resultado não sofreria mais alterações.

O Benfica mantém assim a liderança, colocando pressão ao FC Porto que defronta o SC Braga este Domingo.

Enviar um comentário