quarta-feira, 7 de novembro de 2012

4ª jornada da Liga dos Campeões: Cardozo - 2 | Spartak Moscovo - 0

in abola.pt

E à quarta jornada da Liga dos Campeões, a equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica conseguiu finalmente a primeira vitória no grupo G, frente ao Spartak Moscovo, por 2-0.


À semelhança do que aconteceu na época passada, ficou claro que não se marcam grandes penalidades claríssimas favoráveis ao Benfica, pelo menos nos instantes iniciais... (com efeito, a excepção à regra surgiu na segunda parte foi assinalada, e bem, a segunda grande penalidade sobre Cardozo, de que resultaria na expulsão ao infractor).


Logo no primeiro minuto, em jogada de ataque protagonizada por Enzo Perez, o médio argentino é derrubado com uma entrada dura que culminou com um pisão com os pitons da chuteira na face do internacional argentino. O jogador do Spartak devia ter visto o cartão amarelo, mas nada aconteceu.



in facebook.com

Na sequência da marcação do livre, Garay é puxado pelo braço, impedindo de se fazer convenientemente ao lance. Ficou por marcar uma grande penalidade clara, o que, dada a proximidade do lance em relação ao juiz de baliza me leva a perguntar, uma vez mais, para que servem estas pessoas...

O onze inicial escolhido por Jorge Jesus revelou-se pouco frutífero com Rodrigo muito apagado. Aproveitou o Spartak para criar a primeira grande oportunidade de golo, negada pelo guardião Artur Moraes aos 12 minutos. Ainda assim, surgiram boas oportunidades de golo, mas faltava sempre quem finalizasse as assistências dos laterais Olah John, Melgarejo, Maxi Pereira ou Salvio.

Ainda assim, caberia a Lima a melhor oportunidade do Benfica, aos 21 minutos, com um remate forte para a defesa incompleta de Rebrov seguida da recarga desperdiçada por Salvio.

No arranque da etapa complementar, JJ substituiu Rodrigo por Óscar Cardozo e ganhou a aposta!

Logo aos 50 minutos, o paraguaio mostrou a sua eficácia, mas viu o seu primeiro golo ser mal anulado, num lance em que a equipa de arbitragem considerou, mal, que o avançado "encarnado" estava em fora-de-jogo.

Cinco minutos depois, Cardozo correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Melgarejo, abrindo o activo.

O Benfica carregou sobre o adversário e foi à procura do segundo golo, tendo 10 minutos depois, novamente por Cardozo, novo cabeceamento do goleador, desta vez à barra. Mas não demorou muito novo golo: Olah John ganhou confiança e numa assistência excelente proporcionou a Óscar Tacuara Cardozo o "bis" na partida, tranquilizando os adeptos.

O paraguaio ainda esteve à beira do "hat-trick". Aos 76 minutos, o mesmo sofreu falta passível para penalty cometida por Pareja, que acabou expulso. Na cobrança do castigo máximo, Cardozo viu a bola embater com estrondo na barra após ligeiro toque do guardião do Spartak. 

Até ao final houve mais algumas oportunidades de parta a parte, mas o resultado estava feito.

in abola.pt

No outro jogo do grupo G, em Glasgow, o Celtic venceu o Barcelona por 2-1, baralhando as contas do grupo e, em especial, do Benfica. Agora, tudo dependerá, em primeiro lugar, do que se passará na próxima jornada  no próximo dia 20 de Novembro, quando receber no Estádio da Luz o Celtic Glasgow. 
Enviar um comentário