quinta-feira, 31 de julho de 2014

Valais Cup: FC Sion 0-2 Benfica

in abola.pt
No quinto jogo de preparação, o Sport Lisboa e Benfica regressou às vitórias. Inserido no troféus Valais Cup, o Benfica defrontou e venceu o FC Sion por 2-0. Jara e João Teixeira assinaram os golos das "águias".


O primeiro de dois jogos inseridos na Valais Cup, na Suíça, trouxe um Benfica com um nível exibicional melhor, traduzido na manifesta superioridade dos "encarnados".

Ainda com a prioridade em dar minutos aos novos reforços e testá-los no modelo de jogo adoptado, Jorge Jesus fez alinhar o seguinte onze titular: Artur Moraes (Paulo Lopes, 45’); Maxi Pereira (João Cancelo, 63’), César (Lindelof, 76') e Sidnei (Luís Felipe, 76') e Eliseu (Benito, 63’); Salvio (Bebé, 45’), Ruben Amorim (André Almeida, 45’), Talisca (João Teixeira, 45’) e Gaitán (Ola John, 45’); Lima (Nélson Oliveira, 45’) Jara (Derley, 45’).

Depois da pausa de de três dias a seguir à Eusébio Cup, o Benfica revelou outra frescura perante o clube helvético, dominando o encontro desde o início.

Tal domínio ganhou expressão no primeiro tento quando Maxi Pereira, empunhado a braçadeira de capitão, iniciou uma boa jogada individual, lançando Franco Jara que, depois de fintar o guarda-redes do FC Sion, abriu o activo (14').

A vantagem mínima durou até o final da primeira parte, em que Artur Moraes se destacou pelas belas intervenções negando a possibilidade de empate da equipa da casa.

O segundo tempo com o onze renovado, voltou a confirmar a supremacia do Benfica. Não foi, pois, de espantar que as "águias" tenham dilatado a vantagem. O avançado brasileiro Derley protagonizou uma jogada pelo flanco direito, servindo o jovem João Teixeira que rematou na passada à figura do guardião do Sion, mas na recarga não falhou a baliza (50'), premiando as boas exibições que tem nos tem presenciado. Estava feito o segundo golo do Benfica.

Seguiram-se vários lances de iminente golo que, infelizmente, foram desperdiçadas. Destaque para o cabeceamento de Derley ao poste, à passagem do minuto 52, na sequência de uma jogada iniciada em Ola John, que serviu Eliseu, que cruzou para a cabeça de Derley.

A falta de eficácia na finalização foi compensada com a eficácia defensiva, permitindo manter o resultado e a vitória clara sobre o Sion. No final, apesar de ainda haver mais um jogo inserido na Valais Cup, a vitória atribuiu ao Benfica a conquista do troféu, com Maxi Pereira a ser considerado o melhor jogador do encontro.
Enviar um comentário