domingo, 3 de agosto de 2014

Emirates Cup: Arsenal 5-1 Benfica

in abola.pt
O Benfica foi goleado no Sábado pelo Arsenal por 5-1, na estreia das "águias" 7.ª edição da Emirates Cup, torneio que conta ainda com a presença de Valência e Mónaco. Yaya Sanogo, avançado francês, foi o homem do jogo ao apontar quatro dos cinco golos da sua equipa.

No sétimo encontro da pré-temporada, Jorge Jesus fez alinhar o seguinte onze inicial: Artur Moraes; Maxi Pereira, Sidnei, César e Eliseu (Benito, 19’);Talisca (André Almeida, 60’) e Ruben Amorim (João Teixeira, 85’); Salvio (Bebé, 56’), Gaitán (Derley, 84’) e Ola John (Candeias, 59’); Lima (João Cancelo, 85’).

No primeiro jogo com um adversário de peso e face ao que tem demonstrado, o Benfica até entrou bem, conseguindo criar a primeira situação de golo por intermédio de Gaitán. Após uma grande jogada de Maxi Pereira, lançado por Salvio, o uruguaio centrou para Gaitán que rematou de pé direito, com a bola ainda a tocar na barra da baliza de Martínez (10').

Aos 19', contrariedade para o Benfica com Eliseu a queixar-se de dores na coxa direita, acabando substituído por Benito.

Na primeira metade do primeiro tempo, a partida estava "taco-a-taco", com ataques de um lado e de outro. Até que, aos 26', o Arsenal inaugurou o marcador por intermédio de Sanogo (1-0).

O golo teve um impacto quase imediato no Benfica que não conseguiu soltar-se e permitiu ataques constantes até ao final da primeira parte. Consequência, bastaram apenas 6 minutos para que uma sucessão de três erros resultasse em três golos.

Campbell marcou aos 40’ (2-0) e Sanogo aos 45’ (3-0) e 45’+1 (4-0). No primeiro golo, Benito falha a antecipação a Bellerín, que depois serviu Campbell; no segundo, falta de coordenação na defesa "encarnada" permitindo a Campbell entregar a bola ao avançado francês; e por fim, perante a passividade dos jogadores do Benfica, Ramsey remata para defesa incompleta de Artur e, na recarga, Sanogo só tem de encostar.

A abrir a segunda parte (48’), o avançado francês voltou a facturar, colocando o marcador num esmagador 5-0.

Um autêntico pesadelo apenas contrariado pelo único jogador que remou contra a corrente. Nico Gaitán assinou o golo de honra das águias aos 60'. Estava feito o 5-1.

Na sequência de um lançamento de linha lateral de Maxi Pereira, Bebé surgiu ao primeiro a desviar a bola para a cabeça de Gaitán que coseguiu finalmente desfeitear Martínez. Estava feito o 5-1.

O tento do argentino acabou por espevitar os "encarnados" que, até ao final, dispuseram de duas boas ocasiões para reduzir a desvantagem. Primeiro, foi Bebé (80'), de livre, a obrigar Martínez a uma boa defesa por cima da trave. Seguiu-se, aos 81’, um remate de Maxi Pereira, que acertou com estrondo no poste. No entanto, o marcador não mais se alterou.

Ao penúltimo encontro antes da Supertaça, o primeiro jogo oficial da época 2014-2015 (mas referente a 2013-2014) terminou com uma pesada derrota para o Benfica, fruto de muitas erros e distracções tanto no meio-campo como na defesa, pondo a descoberto a falta de ligação entre sectores. A ver vamos se este Benfica consegue inverter e afinar a equipa a tempo da competição a sério.
Enviar um comentário