quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Taça da Liga: Benfica 2-0 Leixões

in facebook.com
Depois do jogo de Domingo e da bela homenagem que o Estádio da Luz prestou ao seu "rei" Eusébio, a equipa de futebol do Sport Lisboa e Benfica recebeu o histórico Leixões, em jogo a contar para a 2.ª jornada do grupo D da Taça da Liga. O Benfica venceu a partida por 2-0 e garantiu a passagem à meia-final.


Já sem Matic, que se transferiu para o Chelsea, Jorge Jesus operou uma revolução no onze titular, dando oportunidade a jogadores menos utilizados. Assim alinharam: Artur na baliza; André Almeida, Steven, Jardel e Sílvio no eixo defensivo; Meio campo com Rúben Amorim, Fejsa e Djuricic (Lima, 67’); e na frente Ivan Cavaleiro, Funes Mori (Rodrigo, 67’) e Ola John (Markovic, 64’).

Quem compareceu ao Estádio da Luz e quem viu o encontro na televisão assistiu a um bom jogo de futebol em que estes jogadores menos utilizados revelaram muito bom entendimento. Rúben Amorim destacou-se por encher o campo e, sobretudo, pelos magníficos passes para os seus colegas. Foi, sem dúvida, o melhor em campo.

A primeira grande oportunidade de golo pertenceu aos "encarnados" com Steven Vitória quase a abrir o marcador com um "pontapé-de-bicicleta", obrigando o guardião Chastre a aplicar-se para evitar o "chapéu" e defender para canto (25').

in slbenfica.pt
Esta ameaça concretiza-se em golo dois minutos depois. Na sequência de um livre a meio-campo, Rúben Amorim centra para a grande-área onde aparece Jardel a cabecear para trás, encontrando Djuricic. O sérvio amortece com o peito e remata de primeira para o 1-0, resultado que não sofreu alteração até ao final da primeira parte.

Antes, porém, Artur Moraes tem uma falha monumental no único lance de perigo do Leixões em toda a primeira parte, mas, felizmente, o avançado adversário vislumbra-se e remata ao lado, com a baliza escancarada. Muita sorte para o Benfica.

No segundo tempo, a toada manteve-se com o conjunto orientado por Jorge Jesus dominando os acontecimentos. E com o refrescar da linha da frente com entrada de Markovic, primeiro, e depois Rodrigo e Lima, as "águias"a acercaram-se da baliza do Leixões em busca do golo da tranquilidade.

in slbenfica.pt
Sucediam-se os lances, mas a bola teimava em não entrar. Até que, aos 86', uma vez mais a passe de Rúben Amorim, Ivan Cavaleiro, em plena grande-área, tira uma adversário do caminho e "fuzila" para o 2-0. O guardião Chastre ainda toca na bola, mas a a "bomba" de Cavaleiro não deu quaisquer hipóteses.

Com este resultado o Benfica garante a presença nas meias-finais da Taça da Liga, a uma jornada do fim da fase de grupos.
Enviar um comentário