sexta-feira, 29 de março de 2013

Via Sacra

Senhor,
Eu beijei a Tua mão
Generosamente aberta,
Pregada no madeiro da cruz.


Beijei-a...

E pensei nas mãos fechadas
Pelo egoísmo,
Pelo luxo,
Pelo prazer.

Mãos fechadas,
Que não querem ver a Tua mão
Generosamente aberta.

Da Tua mão cravada
Corria sangue redentor.
Quantas mãos sangrando,
Mas por ódio, Senhor.

Eu beijei a Tua mão cravada...

Que as minhas mãos
Sejam mão abertas,
Que aprendam Contigo
A generosidade de entrega
Por Amor.

Deus te salve
Cruz preciosa.
Por ti me salve
Quem em ti remir.

[Homenagem ao meu pai, falecido a 09-12-2012]

Enviar um comentário