quinta-feira, 24 de outubro de 2013

3.ª Jornada da Liga dos Campeões: Benfica - 1 | Olimpiakos - 1

in abola.pt
O Benfica empatou esta Quarta-feira no Estádio da Luz, diante do Olympiakos, em jogo a contar para a 3.ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões. O golo dos "encarnados" teve a assinatura de Cardozo.


A formação da Luz entrou a todo o gás e logo aos 3' beneficiou de um livre directo que Cardozo se encarregou de marcar, obrigando Roberto a apicar-se, desviando com uma palmada para canto.

Apesar desta entrada, o Olimpiakos aguentou a pressão e respondeu com duas grandes oportunidades, aos 6' e 10', por intermédio de Mitroglou. No primeiro lance, o avançado ganhou posição sobre Luisão e rematou a rasar ao poste da baliza defendida por Artur. Depois, cabeceou entre os centrais, falhando por pouco o alvo.

Os dois avisos eram o prenúncio do que se seguiria. Aos 29', Mitroglou voltou a estar em destaque ao desmarcar Domínguez que, após tirar Garay do caminho (que entrara à queima), inaugurou o marcador (0-1).

Por esta altura a equipa do Benfica já apresentava uma exibição que deixava muito a desejar. A acompanhar este mau período registe-se o dilúvio que se abateu sobre o relvado, formando autênticos charcos que dificultaram o desenvolvimento de um bom futebol de parte a parte. A forte chuva que caiu continuou a cair durante o intervalo, apenas diminuindo de intensidade no início da segunda parte.

Não posso deixar passar em claro como foi possível não iterromper o jogo nesta altura, pois os charcos que se formaram ao longo de toda a extensão do relvado impediam a prática do futebol. Que o digam os "gregos" que viram a bola travar e não entrar, após remate de David Fuster (59') já com Artur batido, permitindo o corte à defesa "encarnada". Seria o 0-2.

No entanto, o sistema de drenagem do Estádio da Luz funcionou e depressa o relvado passou a ser impraticável. Ainda que sem conseguir uma boa exibição, o Benfica começou a pressionar mais, progressivamente acercando-se da baliza defendida pelo conhecido e malogrado Roberto, sempre muito assobiado pelo público da Luz.

in slbenfica.pt
Aos 56’, o primeiro grande caso do jogo, depois de alguns fora-de-jogos mal assinalados aos avançados "encarnados". Siqueira, dentro da grande área, é derrubado por N´Dinga, mas o árbitro espanhol Alberto Mallenco "não quis ver" uma claríssima grande penalidade.

Como se costuma dizer, "escreveu-se direito por linhas tortas", com a preciosa ajuda de Roberto. Aos 84', Rodrigo marca um canto na direita do ataque, Roberto falha a saída dos postes e Luisão, nas alturas, assiste Cardozo que, à boca da baliza e pressionado por Halabas, faz o golo do empate (1-1).

Já nos descontos (90’+2), novo lance polémico e que Cardozo é puxado pelo pescoço na área. Mais uma vez, o árbitro espanhol fez "vista grossa".

in uefa.com
Com este resultado, o Benfica partilha os mesmos pontos que o Olimpiakos na classificação do grupo C, antes de deslocar-se à Grécia no próximo dia 5 de Novembro.
Enviar um comentário