domingo, 24 de novembro de 2013

10.ª jornada da 1.ª Liga: Benfica - 1 | Braga - 0

in slbenfica.pt
A equipa principal de Futebol do Sport Lisboa e Benfica enfrentou, diante do seu público, o SC Braga, em jogo a contar para a 10.ª jornada da 1.ª Liga, tendo triunfado por 1-0, com golo de Matic.


Depois do interregno de duas semanas por compromissos das respectivas selecções, do castigo aplicado pelo conselho de disciplina da liga a Jorge Jesus, a ausência forçada por motivo de lesão de Rúben Amorim e também de Óscar Cardozo devido compromissos com a selecção paraguaia, era com expectativa que os adeptos presentes (mais de 35 mil) aguardavam para ver o desempenho da formação orientada pelo adjunto Raul José.

Com efeito, as últimas exibições dos "encarnados" parecem ter ficado no balneário, pois em toda a primeira parte não conseguiu fazer um único remate à baliza de Eduardo.

Do lado do Braga, que tapou todos os caminhos para a sua baliza, jogava em contra-ataque lançando Rafa, Alan e Éder. Aos 7', o avançado português deu o primeiro sinal de perigo, com um forte remate que embateu, com estrondo, na barra da baliza de Artur Moraes. De referir que Artur toca com a ponta dos dedos na bola, evitando o primeiro golo daquela noite fria.

Aos 21', o primeiro erro grave. Lima recebe a bola em posição irregular de cerca de 2 ou 3 metros, mas o fiscal de linha nada assinala. Felizmente, sem consequências no resultado: o avançado brasileiro, que anda muito desinspirado, domina mal a bola e permite que Eduardo chegue primeiro.

A posse da bola era maior para as "águias", mas não se via objectividade no momento de criar perigo.

O primeiro lance de maior perigo construído pelo Benfica surge apenas aos 36'. Gaitán marca um livre, com a bola a sobrar para Matic que remata muito ao lado da baliza defendida por Eduardo.

Na segunda parte, mais do mesmo: um Braga mais perigoso e um Benfica demasiado preso e sem ideias.

Logo aos 48', Rafa foge pela esquerda e volta a acertar na barra da balize de Artur. Sorte, mais uma vez, para o Benfica.

Depois da alteração operada por Raul José, fazendo entrar o jovem Ivan Cavaleiro para o lugar de Markovic, o Benfica conseguiu finalmente quebrar a muralha "arsenalista". [De referir que Markovic aparenta reagir mal à substituição momento em que Raúl José estende a mão para cumprimentar o jovem sérvio. Mas a produção da Benfica TV não repetiu o alegado incidente]. Minutos antes (59'), já Rodrigo entrara para o lugar de Djuricic.

E foi precisamente Ivan Cavaleiro quem teve nos pés a melhor oportunidade até àquele momento da segunda parte. Decorria o minuto 69', o jovem luso combinou bem com Siqueira e rematou para uma boa defesa de Eduardo.

Pouco depois, aos 72', Matic recupera a bola ainda no meio-campo bracarense, corre para a área e à entrada desta, sob o lado esquerdo, remata cruzado, batendo finalmente o guardião do Braga. 

Em termos de oportunidades claras de golo, o resultado é injusto, mas no futebol uma velha máxima dita quem ganha: eficácia!

Aos 78', o azar voltou a bater à porta do Benfica: Siqueira lesionou-se, obrigando a uma alteração forçada. André Lima entrou para o seu lugar, trocando de posição com Sílvio. Com isto, os "encarnados" ficaram mais reforçados defensivamente.

A perder, o Braga carregou sobre "as águias" e, aos 84', Éder volta a ter o golo nos pés, com um forte remate a que Artur corresponde com uma defesa difícil para canto.

O Benfica conseguiu aguentar a escassa vantagem, garantindo mais uma vitória. As "águias" somam agora 23 pontos e estão a um ponto do líder FC Porto, que empatou na mesma noite a uma bola com o Nacional da Madeira.
Enviar um comentário