quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Os casos do Benfica 4-3 Sporting

Pela verdade desportiva

Depois de toda a indignação que os dirigentes e os jogadores do Sporting Clube de Portugal manifestaram pelo o afastamento do seu clube pelo eterno rival, Sport Lisboa e Benfica, venho apresentar provas fotográficas dos erros da arbitragem que contrariam as decisões que, segundo os "leões", apenas prejudicaram o Sporting.

1.º Caso: Golo do empate do Sporting

in facebook.com

in universobenfiquista.blogspot.com
As imagens são esclarecedoras em ambos os ângulos. Num primeiro momento, Montero sai da posição de fora-de-jogo e tabela com o mesmo companheiro que lhe endereçou a bola. Não foi assinalado qualquer fora-de-jogo. E não deixa de ser curioso que a Sport TV tenha traçado uma linha a partir de Capel, como que tentando minimizar a evidência.

in facebook.com
No segundo momento da jogada, aquando do cruzamento, Capel está ligeiramente adiantado em relação a Garay, e tal constata-se pela maior proximidade do seu pé com a linha limite da grande área. Ou seja, no mesmo ataque, dois lances de fora-de-jogo que passaram em claro ao fiscal de linha. Consequência, o Sporting chegou ao empate.


2.º Caso: Fora-de-jogo de Cardozo?

in sectorb32.blogspot.pt
O terceiro golo do Benfica (3-1), hat-trick de Cardozo. Ora, a minha interpretação do que está presente na lei é que que Cardozo não tira partido da posição adiantada, ainda que muita ligeiramente, uma vez que o passe é feito atrasado (nestas circunstâncias, nunca pode existir fora-de-jogo), tendo de recuar da sua posição para poder efectuar o remate. Segundo li numa discussão em torno deste assunto, existe fora-de-jogo quando um jogador em situação posicional interfira, prejudicando a acção defensiva ou em caso de disputa.

Mas analisemos as imagens: No momento do passe de Rúben Amorim, Cardozo está milimetricamente adiantado, mas o passe é feito atrasado para a zona de acção de Markovic. No segundo frame pode ver-se que a bola ressalta no defesa do Sporting numa tentativa de intercepção do cruzamento, sobrando a bola para Cardozo, que, entretanto, havia recuado. Conclusão, mantenho a minha interpretação, ou seja, na minha opinião, não é fora-de-jogo.

3º Caso: Fora-de-jogo inventado de Sílvio


Logo nos primeiros instantes da segunda parte, o mesmo fiscal de linha que não viu os fora-de-jogos de Montero e Capel, ligeiramente adiantados, assinala (muito mal) essa infracção a Sílvio. O lance poderia culminar em golo, uma vez que Cardozo encontrava-se em excelente posição para finalizar. Mais incrível nesta decisão foi que a Sport TV omitiu o lance, acabando por ficar esquecido no meio de toda a polémica.

4.º Caso: Penalty sobre Montero?

in facebook.com
in sectorb32.blogspot.pt
Pouco depois, aos 52', o Sporting queixa-se da falta de Luisão, por alegadamente pontapear Montero, após este se antecipar ao gigante "encarnado". Aquilo que eu vejo aqui, e a imagem não me deixa enganar, é um pé-em-riste do Montero que, por antecipação a Luisão, acaba por ser atingido pela tentativa de alívio de Luisão. O segundo frame mostra o pé de Luisão bem alto, quase no peito de Montero. E na terceira imagem, Montero queixa-se da perna. As imagens televisivas mostram que não há motivos para tais queixas.

Do que se pode ver, a ser atingido teria de ser na zona do peito, mas Montero queixa-se da perna num claro acto de simulação. Como tal deveria ter sido admoestado com o cartão amarelo. Mais, a haver falta seria contra o Sporting. Pior do que isso, Duarte Gomes não viu falta nem de um nem de outro. Em vez disso, assinalou lançamento de linha lateral.

5.º Caso: Dupla infracção no 3.º golo do Sporting

in aspapoilasdobiscaia.blogspot.pt
No lance do golo do empate do Sporting, a primeira má decisão acontece quando é assinalada uma falta inexistente. Na sequência da marcação do livre, vemos Montero adiantado cerca de um metro, portanto em fora-de-jogo posicional. A bola vai para o mesmo raio de acção do jogador, mas acaba por ser Slimani a desviar para o golo. Havia razão para ser assinalado fora-de-jogo, porém, o fiscal de linha, ainda que bem posicionado, nada assinala.

6.º Caso: Penalty sobre Luisão e alegada lei da vantagem

in facebook.com
Aos 97', perante toda a tensão de um empate concedido nos instantes finais do tempo regulamentar, o Estádio da Luz pede penalty sobre Luisão. Como se pode ver, Luisão é agarrado pelos ombros, ficando impedido de se fazer ao cruzamento, chegando a cair. Caprichosamente, a bola cai na direcção da sua cabeça e o "girafa", mesmo assim, consegue cabecear. O que acontece logo a seguir faz esquecer a grande penalidade que DG "não viu" (dizem os sportinguistas que o árbitro deu a lei da vantagem, quando nestes casos não pode haver direito a essa lei, daí que tinha de ter sido marcado o penalty, que não significa um golo certo). Estranhamente, Rui Patrício, num monumental "frango", deixa a bola escapar por baixo das suas pernas e esta ultrapassa a linha de golo.

7.º Caso: Penalty flagrante de André Almeida


in sectorb32.blogspot.pt
À parte estes lances, devo referir e confirmar que André Almeida fez penalty e é impossível o árbitro não ter visto. Estava num bom ângulo, embora admita que possa ter alguma dificuldade para ver, pois DG tem à sua frente um jogador do Benfica e outro do Sporting. Mas até o fiscal de linha tinha possibilidade de ver o lance.

A Liga da Verdade

Recuemos, agora, até à 3.ª jornada do campeonato realizado, em que o Sporting recebeu em Alvalade o Benfica. Vejamos o pormenor do tempo em que ocorrem estes dois lances a prejudicar o Benfica, com influência directa no resultado, uma vez que o fora-de-jogo não assinalado a Montero permitiu que o avançado leonino pudesse receber a bola e fazer o 1-0 aos 10' da primeira parte. Depois, a menos de dez minutos do final da partida, Cardozo é impedido de saltar da forma escandalosa testemunhada, lance que passou despercebido ao árbitro, ao fiscal de linha (melhor posicionado) e aos agora indignadíssimos dirigentes do Sporting.

in facebook.com
Estranho as mesmas pessoas que foram beneficiadas desta forma esquecerem-se de como foram já beneficiados este ano. Aliás o seguinte quadro apresentado no programa Tempo Extra, passado na SIC Notícias, ilustra bem os jogos onde o Sporting foi beneficiado na presente temporada (mas, atenção, só até à quinta jornada!):

in facebook.com
Conclusão, considerando apenas as primeiras cinco jornadas do campeonato nacional, houve quatro jogos em que o "santinho" e "a mesma vítima de sempre", Sporting Clube de Portugal, foi claramente beneficiado. E depois vêm fazer acusações com toda um moral, quando deviam era ter vergonha na cara.

E da mesma forma que acuso toda esta hipocrisia, também o faço relativamente às afirmações deselegantes que Jorge Jesus teceu ao referir-se ao jogo da época passada com o Sporting, classificando o trabalho do árbitro "limpinho, limpinho", assim como ao afirmar agora que Duarte Gomes fez uma excelente arbitragem.

E para rematar esta polémica, ainda temos as declarações de Pedro Proença em defesa do seu colega de profissão, dizendo: "Sei que o que vou dizer pode parecer polémico, mas o Duarte [Gomes] fez uma excelente arbitragem. Teve de tomar perto de 150 decisões naquele jogo e, se errou numa ou noutra, não é isso que fará uma arbitragem negativa. Está no lote dos melhores árbitros portugueses e assim continuará."

                       ………………..,-~*’`¯lllllll`*~,
                        …………..,-~*`lllllllllllllllllllllllllll...
                        ………,-~*lllllllllllllllllllllllllllllll...
                        ……,-*lllllllllllllllllllllllllllllllll...
                        ….;*`lllllllllllllllllllllllllll,-~*~-...
                        …..\lllllllllllllllllllllllllll/………\;;...
                        …...\lllllllllllllllllllll,-*………..`~-~...
                        …….\llllllllllll,-~*…………………)_-\..*`*;....
                        ……..\,-*`¯,*`)…………,-~*`~.………….../
                        ……...|/.../…/~,…...-~*,-~*`;……………./.\
                        ……../.../…/…/..,-,..*~,.`*~*…………….*......
                        …….|.../…/…/.*`...\...……………………)….)¯`~,
                        …….|./…/…./…….)……,.)`*~-,……….../….|..)...
                        ……/./.../…,*`-,…..`-,…*`….,---…...\…./...
                        …...(……….)`*~-,….`*`.,-~*.,-*……|…/.…/…...
                        …….*-,…….`*-,...`~,..``.,,,-*……….|.,*....
                        ……….*,………`-,…)-,…………..,-*`...,-*….(`-,...
                        ..............f`-,………`-,/…*-,___,,-~*…...

In-a-cre-di-tá-vel...!
Enviar um comentário