domingo, 10 de novembro de 2013

Futsal: "Derby" entre Sporting e Benfica para história (7-8)

in slbenfica.pt
À 10.ª jornada do Campeonato Nacional de Futsal, o Sporting recebeu o Benfica para novo derby lisboeta, depois dos mesmo emblemas se encontrarem no dia anterior em jogo a contar para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, em futebol.


Neste Sporting – Benfica, realizado no Pavilhão Paz e Amizade, em Loures, o Benfica foi mais feliz, arrancando uma vitória pelos números históricos de 7-8, tornando este o resultado com mais golos da história de encontros entre estas duas equipas.

Um jogo emocionante de parada-resposta com um festival de golos (15 no total), com destaque para um hat-trick para cada lado: Bruno Coelho (Benfica) e Déo (Sporting). Curiosamente o record de golos referia-se a outro resultado entre os dois emblemas, favorável às "águias" por 8-6.

A partida começou com o golo de Bruno Coelho logo aos 2' (0-1). No entanto, Deo empatou aos 4' (1-1). Ambos os golos em transições ofensivas com dois chapéus aos respectivos guarda-redes.

Mas, aos 7', Pedro Cary consumou a reviravolta no marcador para o Sporting, depois da marcação de um canto (2-1). O Benfica respondeu no minuto seguinte (8') com a mesma moeda, por intermédio de Nené (2-2).

Aos 10', foi a vez de Caio Japa finalizar uma triangulação perfeita do ataque do Sporting, recolocando os “verde-e-brancos” de novo na frente do marcador (3-2).

Engane-se que pensava que o Benfica sentiria o golo sofrido, pois pouco depois (13’), Rafael Henmi volta a empatar a partida com um remate forte e colocado da esquerda (3-3). A 3 minutos do fim da primeira parte, Bruno Coelho bisa (3-4). E no último minuto, Serginho faz o 3-5 com que se chegou ao intervalo. 

Na etapa complementar, depois de uma sequência de incríveis falhanços pelos "leões" à boca da baliza de Marcão, num contra-ataque do Benfica (25'), Joel Queirós tira um "chapéu" a Cristiano, marcando o quarto golo dos "encarnados" sem resposta (3-6).

A jogar segundo a regra de "cinco para um", com o guarda-redes avançado, Marcão aproveita novo falhanço do Sporting, com um remate ao poste, para dispara para a baliza deserta (3-7), de baliza a baliza (29’).

Aos 32', Bruno Coelho recupera uma bola e, com a baliza escancarada, aproveita dilatar a vantagem das "águias" para 3-8, fazendo o primeiro hat-trick da tarde.

O resultado era desnivelado, mas ainda havia 8 minutos para jogar, muito tempo numa modalidade repleta de intensidade e incerteza como o Futsal. Cinco golos de diferença, em que seis foram obtidos de forma seguida, sem resposta do Sporting.

As falhas de marcação por parte dos "encarnados" facilitadas pelo "cinco para um" culminariam numa assinalável recuperação do Sporting. Quatro golos seguidos deixaram o resultado final do derby indefinido a dois minutos do final da partida, agravados pela quinta falta "encarnada". Déo fez o seu hat-trick, reduzindo para o 4-8 e o 5-8. Depois foi a vez de Divanei fazer o 6-8. Aos 37', Marcelinho deixou os "leoninos" a um golo do empate. Mas o Benfica conseguiu acertar as marcações e assim assegurar a vitória. O Sporting  acabou por "morrer na praia".

Com este resultado, o Benfica colou-se ao Sporting na tabela classificativa, com 25 pontos, repartindo in ex-aequo a liderança do campeonato com o Sporting e Leões de Porto Salvo.
Enviar um comentário