quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Ironia do destino: Jesus Cristo no Desporto

in flickr.com
Ronaldo Luís Nazário de Lima, mais conhecido como Ronaldo, Ronaldo Fenómeno ou ainda Ronaldinho, é um ex-futebolista brasileiro considerado por especialistas e fãs como um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. Partilho precisamente dessa ideia.


Quando representava o Inter de Milão, Ronaldo aceitou fazer o anúncio para a Pirelli, uma das prestigiadas marcas que representava.

in aspapoilasdobiscaia.blogspot.com
Na época 2009-2010, no seu ano de estreia, Jorge Jesus conquistou para o Benfica o Campeonato Nacional, dando assim ao clube da Luz o seu 32.º título após um jejum de cinco anos. O excelente marco de apenas duas derrotas na liga, 78 golos marcados, acrescentando o alcance dos quartos-de-final da Liga Europa deixaram os milhões de adeptos eufóricos com o resultado de uma época brilhante repleta de exibições espectaculares.

Consequentemente, pegando no que a Pirelli havia feito com a publicidade em que Ronaldo, o Fenómeno, imitou ser a posição de Cristo-Redentor, algum fã decidiu fazer o mesmo com o monumento nacional Cristo-Rei. Assim, considerando o nome do treinador, Jesus, limitou-se a "vestir" o Cristo-Rei com a camisola do Benfica. Numa outra imagem lia-se "the is only one Jesus", com o emblema do Benfica a aparecer no preenchimento das letras.

in facebook.com
Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, ou simplesmente Cristiano Ronaldo, dispensa apresentações. A sua mais recente conquista foi o reconhecimento mundial de todo o talento que demonstrou ao marcar os quatro golos que eliminaram a Suécia, no somatório das duas mãos do play-off.

Este extraordinário feito, em que pela primeira se exibiu na selecção ao seu melhor nível, traduzido naquilo que melhor sabe fazer - golos -, levou a que se repetisse a circulação de imagens do Cristo-Redentor, monumento religioso emblemático do Rio de Janeiro (Brasil).

in tabrutal.pt

Cristo do Abismo, em San Fruttuoso (Itália).
Agora, passemos a coisas sérias.
  • Coincidência ou não, depois daquele anúncio, Ronaldo, o fenómeno, entrou na curva descendente da sua carreira. Afundado em lesões no joelho direito, nunca mais foi mesmo, sendo obrigado a "arrumar as botas" mais cedo do que o previsto;
  • Coincidência ou não, depois daquela brincadeira, o Benfica nunca mais conseguiu conquistar um título importante, apesar das boas prestações do clube e de até ter chegado à final da Liga Europa na época passada, perdendo também, em poucas semanas, o campeonato e a Taça de Portugal.
Esperemos que o mesmo não se repita com Cristiano Ronaldo, pois todos esperamos que seja desta que faça um mundial ao mais alto nível. Quiçá, possa vencer de novo o prémio de Melhor Jogador do Mundo. E como seria bom que Portugal conquistasse o estrelato numa fase final, sobretudo no Brasil.
Enviar um comentário