quinta-feira, 14 de novembro de 2013

"Phubbing", uma prática (anti) social

in hombre.starmedia.com
O termo phubbing consiste numa definição que um jovem australiano de 23 anos, Alex Haigh, escolheu para descrever um comportamento recorrente da sociedade actual, motivada pelo uso dos smartphones, tablets e afins.


Alex Haigh criou esta nova palavra combinando phone (telefone) e snubbing (desprezo), já que, quando observado, normalmente o utilizador do aparelho dito "inteligente" costuma ignorar tudo e todos à sua volta. Deste modo, todos os que tiverem esta prática passam a ser conhecidos como phubbers.

Basta que [e contra mim falo] nos concentremos um pouco quando sairmos com os nossos amigos, seja para um almoço, jantar, ou outro qualquer convívio. Com certeza iremos deparar com pelo menos "uma pessoa completamente desligada da conversa [do grupo] por estar a ver as últimas actualizações das suas redes sociais." (Fonte: Pplware)

Nas relações sociais do dia-a-dia, seja de um casal de namorados ou de casados, basta que uma das partes revele distracção relativamente a um tema de conversa para que se inicie uma valente discussão, pois todos detestamos que nos ignorem.

Apesar desta inegável evidência, consta que grande parte da população mundial é contra esta prática. O mais curioso é que estas pessoas quase todos os dias praticam o phubbing sem se aperceberem, e muito menos fazem ideia de que o fenómeno já tem nome.

Existe, inclusive, uma página dedicada ao phubbing.


Para finalizar, diga-se que o fenómeno não é muito diferente de um outro que ainda acontece nos dias de hoje, mas que começa a perder protagonismo. Refiro-me à situação em que os viciados em video-jogos ignoram os(as) respectivos(as) parceiros(as).
Enviar um comentário