quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Castigo exemplar para Jorge Jesus


O treinador do Benfica, Jorge Jesus, foi condenado a pagar 25 mil euros a duas instituições de solidariedade social e também 500 euros ao agente da PSP por si agredido após a partida com o Vitória de Guimarães. Acresce ainda o pagamento ao Estado das despesas relacionadas com a assistência médica prestada ao agente da PSP, no valor de 75,66 euros, bem como o pagamento das despesas realizadas com o exame pericial de avaliação do dano corporal, no valor de 71,40 euros.


Recorde-se que o técnico "encarnado" já tinha sido suspenso por 30 dias pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), na sequência dos incidentes registados aquando da invasão do relvado por parte de alguns adeptos para celebrarem a vitória do Benfica, à 5.ª jornada da Primeira Liga.

Jorge Jesus intrometeu-se na acção da polícia, acabando por agredir um dos agentes, na tentativa de libertar um adepto.

Se o técnico cumpra os castigos sem reincidir num crime da mesma natureza, o processo será arquivado. Caso contrário, o processo prosseguirá para julgamento.
Enviar um comentário