segunda-feira, 8 de abril de 2013

25.ª jornada da 1.ª Liga: Olhanense - 0 | Benfica - 2

in slbenfica.pt

E depois da jornada europeia, a equipa de futebol do SL Benfica deslocou-se ao Algarve para defrontar novamente o Olhanense, desta feita a contar para a 25.ª jornada da 1.ª Liga.


Contrariando as estatísticas dos jogos a seguir às competições europeias, o Benfica dominou a partida desde o apito inicial, sempre à procura do golo, sem levantar o pé mesmo depois de marcar.

O técnico Jorge Jesus pôde contar com Salvio, ainda que a jogar com o joelho protegido, Enzo Perez e Matic, ambos em dúvida para este encontro. Para o lugar do castigado Melgarejo, ausente por castigo (expulso na jornada anterior), JJ optou por André Almeida, em vez de Luisinho, também condicionado e sem ritmo de jogo. E a aposta foi ganha, pois André Almeida demonstrou-se bastante seguro a defender.

A primeira parte foi preenchida com os sucessivos ataques do Benfica, com Salvio, Rodrigo e Lima a não conseguirem desfeitear o guardião Bracali.

No segundo tempo assistiu-se a mais do mesmo. Um Benfica à procura do golo, com vários remates, pontapés de canto, sem que o Olhanense conseguisse sair do seu meio campo defensivo. O domínio foi avassalador.

Como estava difícil penetrar as linhas da equipa da casa, a solução parecia estar em apostar em remates de fora da área. E foi assim que Salvio conseguiu enganar Bracali e inaugurar o marcador (0-1) com um excelente e inesperado remate cruzado (52').

Mesmo em desvantagem, a equipa da casa mal conseguia atacar, enquanto o Benfica carregava à procura do segundo golo.

Volvidos doze minutos, depois de um centro de Lima desviado para a entrada da área, Matic encheu o pé e aumentou a vantagem para 0-2 (64').

Engane-se quem pensa que os "encarnados" limitaram-se a gerir a partida a partir daqui. Voltámos a assistir a um bom pressing em busca de mais um golo, com o desperdício de mais algumas oportunidades.

JJ operou, então, a primeira substituição, fazendo entrar Olah John para o lugar de Rodrigo (68'), localizando-se na esquerda e deixando Gaitán mais solto. Todavia, o holandês não entrou no jogo e pouco acrescentou ao Benfica.

Mais perto do final, JJ deu oportunidade a Cardozo (78'), no lugar de Lima, numa noite desinspirada, e a Aimar (84'), para o lugar de Gaitán. O jogo caíu um pouco de intensidade, com o líder do campeonato a gerir o resultado e o esforço e, permitindo que o Olhanense proporcionasse a Artur a sua primeira defesa aos 89 minutos. O que demonstra claramente a história do jogo.

O marcador não sofreu alteração até ao final e assim o Benfica soma 67 pontos, mais sete que o segundo classificado, à condição. FC Porto joga esta Segunda-feira com o Sporting de Braga e fica obrigado a ganhar.

Enviar um comentário