terça-feira, 16 de abril de 2013

Atentado bombista na maratona de Boston

in reuters.com


Curiosamente, ao mesmo tempo que o Benfica celebrava o acesso à final da Taça de Portugal, corria em rodapé a informação de duas explosões durante a maratona de Boston, nos Estados Unidos da América, levantando desde logo a suspeição de um atentado terrorista, já confirmado entretanto. Só ainda não se conhece o(s) autores(s), uma vez que ainda não foi reivindicado.


Depois da captura e morte de Bin Laden, não é descurada a hipótese do atentado poder ter ligação à Al Qaeda. Mas não se pode generalizar, pois qualquer pessoa pode cometer tal crime. O importante é que se trata de um acto terrorista que levanta novamente questões de segurança nacional.

As duas explosões ocorreram junto à linha da meta da maratona. Os dois engenhos deflagraram quase em simultâneo, cerca das 14:50 (hora local), sendo que o primeiro dos quais explodiu no meio da assistência.

O balanço trágico dá conta de 3 mortos, incluindo uma criança de 8 anos, e 144 feridos, 17 em estado muito grave, 25 em estado grave. Pelo menos 10 pacientes tiveram de ser amputados devido aos ferimentos provocados pelos estilhaços de metal contidos nos engenhos explosivos artesanais.

As imagens que se seguem são chocantes e não são aconselhadas a pessoas sensíveis. Mas importa referir que o testemunho do rapaz que vemos com as pernas amputadas pela explosão foi fundamental para identificar os presumíveis suspeitos, já que pouco antes da explosão, viu um deles a poisar um saco preto junto às barreiras onde se encontravam as vítimas. Posteriormente, um cruzamento de fotos e vídeos efectuados com telemóveis e as imagens de video-vigilância de uma loja, permitiram confirmar a identificação dos dois suspeitos.

 

 
in issoebizarro.com

Actualização (20-04-2013): Após o primeiro suspeito ter sido abatido numa tiroteio nas ruas de Boston, o suspeito mais velho (Tamerlan Tsarnaev), tendo perdido a vida já no hospital - consta que teria um fato armadilhado com explosivos, foi pelas 20:42 locais de Sexta-feira, dia 19-04-2013 (à 01:42, Lisboa), anunciada pela polícia a detenção do segundo suspeito (Dzhokhar Tsarnaev), com vida.

in oglobo.globo.com

 
in valor.com.br

in exame.abril.com.br

Termina assim a caça ao homem que iniciou logo após a divulgação mediática dos suspeitos captados por câmaras de TV e de video-vigilância, onde se observam atitudes suspeitas como a serenidade perante as explosões, aparentes sorrisos e abandono do local sem as mochilas que cada um tinha às costas. De referir que as autoridades concluíram que os engenhos estariam dentro de panelas de pressão com pregos e outros materiais, empregados no fabrico de bombas artesanais, conforme confirmam os vestígios fragmentos e estilhaços encontrados no local das explosões.

in publico.pt

Sabe-se em antemão que os suspeitos eram os irmãos tchetchenos que emigraram para os Estados Unidos há poucos anos, por volta de 2001 ou 2002. O mais velho, Tamerlan Tsarnaev, 26 anos, era um pugilista amador, que tinha abandonado os estudos do curso de engenharia. O mais novo, Dzhokhar Tsarnaev, 19 anos, é descrito por colegas e professores como um jovem normal e afável, tendo recebido uma bolsa no valor de 2500 dólares pela cidade de Cambridge para prosseguir os estudos na universidade no curso de medicina.

Sobre os motivos, pouco ou nada se sabe. Espera-se agora que a captura com vida do segundo suspeito possa dar respostas em relação ao porquê e como foi possível engendrar tal acto e se houve ou não cúmplices.

Enviar um comentário