segunda-feira, 10 de março de 2014

Nunca digas nunca...

in abola.pt
Depois de tanto tempo a afirmar que não comentaria arbitragens, que não justificaria maus resultados à custa de más arbitragens, Leonardo Jardim quebrou, finalmente, a promessa.


Depois do jogo da 21.ª jornada entre o Vitória de Setúbal e o Sporting, que terminou com um empate a duas bolas, o técnico leonino mostrou-se insatisfeito com a arbitragem do juiz Vasco Santos.

Em entrevista à Sport TV, disse: “É incrível como isto é possível. Os árbitros sabem que acredito no trabalho deles, mas o que constato são factos. Isto é recorde nos últimos 10 anos. O Sporting esteve sempre à frente do jogo. Não foi possível mais porque houve jogadores nossos carregados na área e houve bolas cortadas com a mão. O Sporting tem o recorde do mundo de golos anulados. O que o treinador pode fazer? É o futebol que temos, talvez seja assim. Mas eu não me identifico com esta situação. Um jogo nunca pode ser perdido só por causa da arbitragem. Mas em jogos equilibrados esse pendor tem grande influência no resultado. Vão ver diversos casos de erros na arbitragem hoje."

Moral da história: "Nunca digas nunca!" Não vale a pena passarmos a vida a dizer que confiamos no trabalho dos árbitros para depois quebrarmos esse discurso, pois, mais tarde ou mais cedo, é inevitável.
Enviar um comentário