segunda-feira, 14 de maio de 2012

Lei da (des)vantagem

in slbenfica.pt

A chamada "lei da vantagem" é uma forma de não beneficiar o infractor e é comum no desporto ao mais alto nível. Assim, o jogo não pára, por exemplo, quando se comete uma falta propositada para impedir que quem ataca consiga fazer golo.


Ora, este Sábado, a equipa de Andebol do Benfica perdeu no Pavilhão da Luz com o FC Porto por 27-28, numa partida da Fase Final do Campeonato Nacional.

Acontece que a dupla de arbitragem, já depois do jogador do Benfica fazer o golo do empate, mesmo no último minuto, anulou o lance, assinalando a falta clara sofrida durante a parte final do lance de ataque, em que o jogador do Benfica conseguiu aguentar todos os agarrões e desfeitear o guardião portista.

Enfim, palavras para quê? (como se não bastasse o que todos viram este ano no futebol...)

O que os árbitros fizeram foi beneficiar o infractor, aplicando a lei da vantagem ao contrário. Na sequência do respectivo livre de 7 m, David Tavares rematou ao poste, ditando uma derrota injusta para os "encarnados".
Enviar um comentário