segunda-feira, 22 de julho de 2013

Taça de Honra da AF de Lisboa 2013

in slbenfica.pt
Jogo de abertura: Benfica - 1 | Sporting - 2

O SL Benfica perdeu com o Sporting, no estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, por 1-2, frente ao eterno rival Sporting CP, ficando afastado da possibilidade de conquistar o primeiro troféu de pré-época 2013-2014.


Naquele que foi o quarto jogo da pré-temporada, Jorge Jesus optou por um onze com seis atletas que ainda não tinham jogado, nomeadamente Jardel, Melgarejo, Roderick, Ola John, Rodrigo e Harramiz.

O jovem Harramiz [lembra o nome de um dos mosqueteiros], natural de São Tomé e Príncipe, estreou-se na equipa principal [e que estreia!] logo com um golo aos 5’. Após um cruzamento, Ola John cabeceou, com a bola a sobrar para o jovem santomense que fez o golo ao segundo poste.

No entanto, aos 34’, o Sporting chegaria à igualdade na sequência de um canto, por intermédio de Nuno Reis, que cabeceuou sem hipóteses para Paulo Lopes.

Na etapa complementar (51’), foi a vez de Fokobo concretizar a reviravolta no marcador, fechando as contas em 1-2 para o Sporting.

De referir ainda a expulsão directa de Sílvio aos 66' após uma entrada duríssima, incompreensível, sobretudo para um jogador experiente e num jogo deste cariz.

O técnico encarnado, escolheu o seguinte "onze": Paulo Lopes; Sílvio, Mitrovic, Jardel e Melgarejo (Luisinho, 71’); Roderick (Uros Matic, 59’), André Gomes, Harramiz (Bruno Gaspar, 69’), Urreta e Ola John (Sancidino, 72’); Rodrigo (Deyverson Silva 82').

in slbenfica.pt
Jogo de atribuição do 3.º e 4.º lugares
Benfica - 6 | Belenenses - 5 (g.p.)

Impedido de seguir para a final da revitalizada Taça e Honra da Associação de Futebol de Lisboa, já na sua 65.ª edição, o Benfica defrontou o Belenenses que perdera o outro jogo da meia-final frente ao Estoril.

Na primeira parte, a primeira situação de perigo aconteceu aos 13’, com Rúben Pinto a surgir à entrada da área a rematar de primeira por cima da baliza do Belenenses.

Apesar do domínio "encarnado", mais rematador, o lance mais perigoso apenas surgiria aos 33’, por intermédio de Markovic, que rematou para defesa complicada de Filipe Mendes.

No segundo tempo, foi a vez de Roderick Miranda cabecear à barra da baliza adversária (62'), na sequência de um livre apontado por Uros Matic. E nada mais se passaria até ao final do encontro.

Num jogo que foi demasiado morno, o vencedor teve de ser decidido na marca de grandes penalidades. Aqui a sorte sorriu ao SL Benfica que venceu o Belenenses por 6-5.
  
O "onze" escolhido por JJ foi o seguinte: Paulo Lopes; Bruno Gaspar, Roderick Miranda, Wei Huang e Nelson Semedo; Ruben Pinto (Clésio Bauque, 69’), Uros Matic, Filip Markovic (Deyverson Silva, 75’)e Lindelof; Harramiz (José Silva, 75’) e Sancidino Silva.
Enviar um comentário