domingo, 4 de maio de 2014

Final da Taça de Portugal (Futsal): Benfica 6-7 Fundão


A equipa de Futsal do Sport Lisboa e Benfica falhou, este domingo, em Oliveira de Azeméis, a conquista da Taça de Portugal, ao perder frente à surpreendente equipa do Fundão por 6-7, após prolongamento.

Numa partida plena de emoção e incerteza até aos últimos segundos, o Fundão conseguiu levar a melhor arrecadando a sua primeira Taça de Portugal na modalidade, graças à sua eficácia ofensiva.

Os "encarnados" até começaram melhor, inaugurando o marcador logo aos 5', por Ricardo Fernandes, já depois de desperdiçar uma grande penalidade (1-0).

A resposta do Fundão viria pelo pé de Anilton, que empatou a partida (1-1). Pouco depois, David Moura consumou a reviravolta (1-2).

Alan Brandi ainda restabeleceu a igualdade (2-2), aproveitando o adiantamento do guarda-redes internacional português, mas David Moura voltou a marcar (2-3), bisando ainda antes do final da primeira parte.

No segundo tempo, o Benfica continuou ao ataque, mas falhava sempre na finalização. E como "quem não marca, arrisca-se a sofrer", o Fundou explorou muito bem o contra-ataque, adiantando-se no marcador por intermédio de Noé Sardo (2-4).

Do lado das "águias", Ricardo Fernandes conseguiu reduzir para 3-4, mas logo a seguir foi o Fundão que voltou à vantagem de dois golos pelo pé de Anilton (3-5).

Sem nada a perder, o técnico João Freitas Pinto avançou para o guarda-redes avançado e conseguiu empatar mesmo a terminar, por intermédio de Joel Queirós (5-5). O goleador do Benfica redimiu-se das sucessivas falhas ao longo da partida, levando assim a decisão para o prolongamento.

Na etapa complementar, jogada a um ritmo bastante elevado, a sorte voltou a sorrir ao Fundão, que voltou a marcar dois golos sem resposta de David Moura e Liléu, respectivamente, colocando o resultado em 5-7.

Com tão pouco tempo para jogar, o Benfica foi obrigado a arriscar, conseguindo reduzir para 6-7, com um golo de Serginho, aproveitando a superioridade numérica do cinco para quatro. Apesar de tudo tentar para chegar ao empate, no sentido de levar a decisão para o desempate nas grandes penalidades, o Fundão foi mais forte a defender e conseguiu garantir a conquista da Taça de Portugal.
Enviar um comentário