segunda-feira, 12 de maio de 2014

Futebol: Clássico da última jornada termina com FC Porto 2-1 SL Benfica

in abola.pt
E à última jornada, já com tudo decidido, o SL Benfica deslocou-se ao Estádio do Dragão para defrontar pela quinta e última vez o FC Porto na presente época. defrontaram-se nesta tarde de sábado, no estádio do Dragão. E desta os "azuis-e-brancos" conseguiram levar a melhor, vencendo, finalmente, por 2-1.

A poucos dias da final da Liga Europa, o jogo, antecipado para Sábado, colocou frente a frente um Porto quase na máxima força frente a um Benfica essencialmente "B". Jorge Jesus escolheu assim o seguinte onze inicial: Paulo Lopes; João Cancelo (Lindelof, 65’), Steven Vitória, Jardel e André Almeida; André Gomes, Salvio, Enzo Perez e Ivan Cavaleiro (Markovic, 60’); Djuricic (Bernardo Silva, 81’) e Funes Mori.

in facebook.com
O FC Porto entrou praticamente a ganhar, inaugurando o marcador aos 4’, com um remate cruzado de Ricardo, batendo Paulo Lopes. Estava feito o 1-0.

A resposta do Benfica começou aos poucos, com maior incidência a parti dos 20 minutos. Aos 24’, Salvio é rasteirado dentro da grande área, grande penalidade assinalada (e bem!) por Rui Costa. Chamado a converter, Enzo Perez marcou categoricamente e repês a igualdade (1-1).

A título de curiosidade, Enzo Pérez marcou o golo número 50 mil na história das 80 edições do Campeonato Nacional.

Seguiu-se um período de maior equilíbrio até o árbitro inventar uma grande-penalidade a favo da equipa da casa. Aos 37’, Jackson Martínez deixa-se cair na área, alegadamente devido a uma carga de André Almeida. As repetições são elucidativas do grave erro de Rui Costa, sobretudo pelo facto de ter tido influência no resultado final. Na conversão, o colombiano regressou aos golos, fazendo o 2-1 ainda antes do intervalo. Jackson confirmou a conquista do prémio de melhor marcador do campeonato.

Na segunda parte, as "águias" foram mais forte a meio campo e passaram a dominar. E o Benfica merecia outro desfecho, mas faltou sorte na finalização.

in jn.pt
Aos 74', Rui Costa volta a estar em evidência pela negativa. Alex Sandro tem uma entrada de pé em riste acertando com os pitons em Sálvio. O defesa portista viu apenas o cartão amarelo e ainda reclamou a decisão.

O marcador não mais se alterou. O Benfica, com apenas dois habituais titulares - Markovic e Enzo Pérez - e vários jogadores da equipa B, deu boas indicações num jogo onde o empate seria o mais justo.
Enviar um comentário