quinta-feira, 30 de maio de 2013

Até ontem era... hoje já não é!


O Dia do Corpo de Deus era um feriado nacional religioso e celebrava-se sempre a uma quinta-feira, a seguir ao Domingo da Pentecostes (60 dias após a Páscoa).


Este feriado, foi-o até 2012, altura em que o governo português decidiu que eliminar este seria eliminado. Ou seja, a partir do corrente ano (2013) o Corpo de Deus passa a ser um dia como qualquer outro, até 2017.

Com isto, deixa-se de celebrar o dia com as tradicionais procissões e festas religiosas, em que as ruas eram decoradas com flores. Em algumas localidades eram colocados tapetes florais no chão para a procissão passar.

O dia era usualmente aproveitado para celebrar a primeira-comunhão das crianças.

Claro que com a sua eliminação se pretendia colocar um travão a todos os que aproveitavam para fazer "ponte", resultando num fim-de-semana, ideal para uma mini-férias, o que em termos práticos produtividade, significava menor produtividade.

Mas o que é bom uns (consta que beneficia a economia), acaba por prejudicar outros... Deviam era acabar com o 25 de Abril, já que Liberdade, nem vê-la!
Enviar um comentário