segunda-feira, 30 de abril de 2012

"O Preço (in)Certo"



"O Preço Certo" é um concurso actualmente exibido na RTP 1, o qual é uma adaptação do original The Price is Right. Em Portugal, o concurso já teve os apresentadores Carlos Cruz, Nicolau Breyner (em escudos), Jorge Gabriel (em euros), tendo agora o actor e humorista Fernando Mendes. O programa conta ainda com três assistentes: Lenka, Lúcia Custódio e Mário Andrade.


As assitentes Lenka e Lúcia Custódio

Regra n.º 1: Os primeiros quatro concorrentes chamados constituem o grupo inicial, em que cada um dos elementos vai tentar acertar, ou aproximar-se sem ultrapassar, no preço de um produto que lhe é apresentado.
Gostava de perceber por que é que quando nenhum concorrente ultrapassa o preço do objecto e, ainda por cima, o mais próximo (e que, portanto, seria o vencedor) até nem ficou muito afastado (poucos euros de diferença) não é considerado o vencedor. Nestas ocasiões, é dada nova oportunidade aos concorrentes para escolher novo preço, com a dica do valor limite ("o objecto custa menos de x euros). Muitas vezes para descobrir que uma coisa que não custava 40€ mas sim 38€, em que o concorrente mais próximo de acertar disse 35€. Mais: este critério nem sempre é tido em conta como podemos comprovar ao longo de uma mesma emissão!

Regra n.º 2: Quem acerta no custo, ganha 50€ de prémio, bem como o objecto apresentado, para além de passar para um jogo intermédio, de forma a acumular mais prémios e ganha a possibilidade de fazer girar a "Grande Roda".

Regra n.º 3: Sempre que cada concorrente ganha, acertando no valor do objecto ou aproximando-se (sem ultrapassar) mais do que os restantes concorrentes, é substituído por outro da plateia para integrar o grupo de jogadores até perfazer um total de 6 jogadores por programa.

Regra n.º 4: Para se qualificar para a final, onde o finalista terá a possibilidade de ganhar uma grande montra de prémios, apostando no preço certo dos prémios apresentados, cada concorrente que ganhou no jogo preliminar, faz girar a "Grande Roda" de forma a que, com uma ou duas voltas no máximo, iguale se aproxime o mais possível de 100. Será apurado o concorrente que mais se aproximar ou igualar esse valor.


Regra n.º 5: Em caso de empate, os concorrentes têm direito a fazer girar de novo e por uma vez a "Grande Roda", ganhando quem obter o número mais alto. A roda tem de ser girada a partir do nº 100.
Gostava de perceber por que é que o primeiro finalista gira a "Grande Roda" a partir do 100 e os outros a partir do nº em que a "Grande Roda" pára. É que deixa de haver igualdade de critério!

Enviar um comentário